Criola

Destaque | Eventos - 01/ago/2018

Ativismo em tempos de tecnologia da informação e comunicação

Mídia e tecnologia no ativismo de mulheres negras

Como parte das ações do projeto Anti-racism Media Activist Alliance (ARMA) desenvolvido em parceria com a Universidade de Tempere, Criola promove roda de conversa sobre as experiências e estratégias de ativismo de mulheres negras no uso das tecnologias de informação e comunicação, especialmente redes sociais.

Para esse momento de troca de experiências conta com a presença de Mônica Gathuo (Criadora da plataforma Ruskeat Tytöt, Finlândia), Sil Bahia (Diretora do Olabi) e Juliana Nascimento (Coletivo Nuvem Negra-PUC-Rio).

A roda de conversa é uma oportunidade para ativistas pelos direitos das mulheres negras trocarem experiências sobre o uso da comunicação em tempos de internet para combater o racismo, o machismo e o sexismo.

O projeto Anti-racism Media Activist Alliance (ARMA) é uma iniciativa colaborativa que nasceu na Finlândia, coordenada por negros/as para promover o diálogo atividades entre pesquisadores e ativistas sobre midiativismo e anti-racismo.

Monica Gathuo. Ativista e jornalista do site Ruskeat Tytöt, a primeira plataforma de mídia feita por e para pessoas negras e racializadas na Finlândia.

Sil Bahia. Comunicadora social e Diretora do Olabi.

Juliana Nascimento. Estudante de Cinema na PUC-Rio e integrante do Coletivo Nuvem Negra. Participa do Laboratório permanente de formação em Cinema Negro do Afrocarioca.  Produtora e diretora de arte.

Serviço

Data: 01/08, quarta-feira

Horário: 18h às 21h

Local: Criola. Av. Presidente Vargas, 482. Sobreloja.

Inscrições: O evento é aberto e gratuito.