Criola

Artigos - 19/maio/2017

Mulheres relatam impacto do racismo e da violência contra a juventude negra

Descrição da imagem - com Viviane Gomes

Share on FacebookGoogle+Tweet about this on TwitterEmail to someone

As mulheres negras estão em situação de maior vulnerabilidade por causa do impacto de discriminações, racismo, sexismo e outras formas de opressão em suas vidas. A conclusão é da ONU Mulheres, a partir de relatos feitos o Dia Internacional das Famílias (15/5); Dia das Mães (14/5) e Dia Nacional de Luta contra o Racismo (13) — contraponto do movimento negro ao Dia da Abolição, considerando a ausência de políticas e medidas de inclusão após o fim da escravização. Matéria traz entrevistas com Débora Maria da Silva, fundadora e coordenadora do movimento Mães de Maio; e Mônica Cunha, fundadora e coordenadora do movimento Moleque. Duas mulheres que reconstituíram suas histórias de vida depois de perderem seus filhos. Saiba mais em https://nacoesunidas.org/mulheres-relatam-impacto-do-racismo-e-da-violencia-contra-a-juventude-negra/