Criola

Eventos - 31/maio/2019

Mulheres negras em situação de prisão provisória em debate

Criola promove nos dias 7 e 8 de junho, sexta-feira e sábado, o III Ciclo de Debates: Justiça para as Mulheres Negras em situação de prisão provisória no Estado do Rio de Janeiro. O evento será no Hotel Atlântico Tower – Rua Visconde de Inhauma, 95, Centro. As inscrições podem ser feitas clicando aqui.

O evento reunirá debates nacionais em torno da temática do encarceramento de mulheres negras e pautando o desencarceramento em uma perspectiva antirracista e antissexista.

O III Ciclo de Debates compõe o projeto “Justiça para as mulheres negras em situação de prisão provisória no estado do Rio de Janeiro”, trabalho desenvolvido por Criola, em parceria com DPE/RJ, Núcleo de Prática Jurídica da UNIRIO, NIREMA/PUC – RJ, Fórum de Justiça, e financiado pelo Fundo Brasil de Direitos Humanos.

Saiba mais sobre os ciclos anteriores aqui

No decorrer dos dois dias serão mesas de debates, grupos de trabalhos temáticos, intervenções artísticas e outras atividades.

Os diálogos propõem reunir mulheres que já vivenciaram o cárcere, familiares, ativistas, membras (os) de organizações sociais, advogadas (os), servidoras (es) da administração da justiça (Ministério Público, Defensoria Pública, Poder Judiciário, etc) e pesquisadoras (es) (discentes e docentes) com a finalidade de promover um encontro altamente qualificado e diverso em saberes, vivências e atuações.

OBS.: Nos dias 7 e 8 de junho, durante as atividades do ciclo, receberemos doações que serão distribuídas para mulheres (cis e trans) e homens (trans) encarcerades e para adolescentes no socioeducativo. Pedimos para que as pessoas presentes que puderem levem um dos itens da lista: Caderno capa mole sem espiral; Canetas; Absorventes; Sabonete de glicerina (transparente); Pasta de dentes de qualquer marca; Escova de dente compacta de qualquer marca; Shampoo transparente em embalagem transparente; Papel higiênico; Cobertores cinza; Lençóis brancos e azuis de solteiro sem elástico; Absorventes; Calcinha; Sutiã; Cuecas; Camiseta tipo T-shirt branca (qualquer número); Bermudas e shorts jeans femininos e masculinos azul-marinho (qualquer número); Chinelos tipo Havaianas apenas na cor branca (qualquer número); Toalhas brancas ou azuis; Camisa Branca, manga curta ou sem manga lisa sem desenho (qualquer número); Shorts jeans azul-marinho de elástico sem cadarço, sem bolsos, sem desenho sem e inscrições (qualquer número); Chinelos tipo Havaianas na cor branca (qualquer número).

PROGRAMAÇÃO

Data: 7 e 8 de junho de 2019

Local: Rio de Janeiro

  • Dia 7 de Junho de 2019 – tarde

14h às 16h– Mesa de abertura dos trabalhos: falando sobre o projeto e agendando o debate

(Lanche)

(intervenção artística)

16h30 às 19h– (Mesa e debates) “Análises sobre encarceramento, raça e gênero: Por que e como o Brasil encarcera mulheres negras e a escolha estatal pelo encarceramento provisório de mulheres?”.

  • Dia 8 de Junho de 2019 – manhã

10h às 11h30 –

Momento de recepção, diálogo e dinâmica com as presentes.

11h30 às 13h30 “Grupos de Trabalho – Caminhos pelo desencarceramento de mulheres negras em prisão provisória”

GT 1: Grupo de Trabalho garantia de direitos e assistência (saúde; educação; trabalho; etc) e Desencarceramento de Mulheres Negras em Prisão Provisória.

GT 2: Grupo de Trabalho Incidências Jurídicas individuais e coletivas e Desencarceramento de Mulheres Negras em Prisão Provisória.

GT 3: Grupo de Trabalho Conscientização, Mobilização e Sensibilização da sociedade civil organizada e do poder público para o Desencarceramento de Mulheres Negras em Prisão Provisória.

GT 4: Grupo de Trabalho Desafios da Produção de Dados Qualitativos e Quantitativos em torno do Encarceramento e o Desencarceramento de Mulheres Negras em Prisão Provisória.

Dia 8 de Junho de 2019 – tarde

14h30 às 15h –

Continuação dos Grupos de Trabalho – continuação sistematização das propostas dentro dos grupos.

15h às 16h –

Devolutiva dos GT’s sobre os debates e proposições.

(Lanche)

(intervenção artística)

16h30 às 19h (Mesa e debates) Caminhos da luta pelo desencarceramento: pautando o desencarceramento provisório em busca de justiça racial, social, sexual e reprodutiva.