• As consequências reais do racismo virtual.
    Será que um comentário infeliz na internet pode gerar efeitos reais numa sociedade cada vez mais conectada? Para responder a essa questão e participar da mobilização em resposta ao caso de racismo nas redes sociais contra Maria Júlia Coutinho, a Maju, criamos, em parceira com empresas de mobiliário urbano, outdoors e busdoors uma campanha em defesa das mulheres negras. Veja mais.    ...

Axé! Seja bem vindo à Criola

A CRIOLA é uma organização da sociedade civil fundada em 1992 e, desde então, conduzida por mulheres negras. CRIOLA define sua atuação a partir da defesa e promoção de direitos das mulheres negras em uma perspectiva integrada e transversal. Visamos a inserção de mulheres negras como agentes de transformação, contribuindo para a construção de uma sociedade fundada em valores de justiça, equidade e solidariedade, em que a presença e contribuição da mulher negra sejam acolhidas como um bem da humanidade.

Conheça mais

banner_amnb