Criola

Campanhas | Destaque | Notícias - 31/jul/2017

Nenhum quilombo a menos

Descrição da imagem - com Viviane Gomes

Share on FacebookGoogle+Tweet about this on TwitterEmail to someone

Dia 16 de agosto pode ser o dia do juízo final para a causa quilombola. O futuro de milhares de brasileiros descendentes de africanos escravizados será decidido pelo Supremo Tribunal Federal e os quilombos já titulados podem ser anulados. Essa iniciativa partiu de apenas um partido político, chamado ironicamente, Democratas. Eles entraram com uma ação no STF pedindo a anulação do decreto 4887/2003, que regulamenta a titulação de terras quilombolas. Foram 115 anos entre a abolição da escravatura e a titulação do primeiro quilombo. Ou seja, mais de um século até que o Brasil reconhecesse a sua dívida com a escravidão. Hoje, 75% dos quilombolas vivem em situação de extrema pobreza. No dia 16 de agosto, nós precisamos que seis ministros do Supremo Tribunal Federal votem a favor dos direitos dos quilombolas. A causa é justa e as comunidades quilombolas ainda protegem as nossas florestas. Assine essa petição e junte-se a nós. Neste momento em que nossos direitos estão sendo negociados, nós precisamos nos unir. Um por todos e todos por um. Assine a petição bit.ly/nenhumquilomboamenos.

 (Texto da Campanha da CONAC).